10 Sintomas de que seu cristianismo está doente

12:27



Há muitas possibilidades na mente do principiante, mas poucas na do perito (Shunryu Suzuki).

Continuando a minha série de posts sobre o cristianismo, iniciada aqui, aproveito a deixa trazida pelo filme "Deus não está morto" e proponho uma reflexão sobre as verdades absolutas, preconceito contra as outras religiões, intolerância para com o próximo e ignorância sobre a própria doutrina que segue.



O Novo Testamento está cheio de passagens que nos mostram que a fé pode descambar em fanatismo ou preconceito. Veja, por exemplo, que cristo nos alerta para um sem número de pessoas que se julgam cristãs, mas seus atos mostram que trazem os corações vazios.

Em Mateus 7:22-23 lemos: “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” E em Lucas 6:42 temos o sábio conselho: “Como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho do teu irmão”.

Estes são apenas alguns dos inúmeros alertas que recebemos da Bíblia de que o Cristianismo real não se encontra neste ou naquele Templo, Igreja ou seita, nem simplesmente no agir automático ou em “respeitar” a autoridade de um pastor ou padre, saindo por aí repetindo aos berros o que ele diz ser correto ou simplesmente realizando maravilhas em nome de Jesus, e sim na maneira como vivemos as leis trazidas por Cristo para nós. Não como a fé fanática contra a qual João nos alerta em João 4:1, mas como está em seu evangelho João 4.24: Em verdade e em espírito.

Por isso, se você apresenta um ou mais de um dos seguintes sintomas, acautela-te:

10 Você vigorosamente nega e desdenha a existência de milhares de deuses de outras religiões, mas sente-se ultrajado quando alguém faz pouco da existência do seu.

9 Você se sente ofendido, diminuído e desumanizado quando os cientistas dizem que as pessoas evoluíram de outras formas de vida e que teríamos parentesco direto com os símios, mas não vê problema com uma interpretação da Bíblia que diz que fomos feitos da lama e que para a lama voltaremos.

8 Você ri dos politeístas, mas não tem problemas em acreditar em uma Trindade Divina.

7 Você fica indignado quando ouve as atrocidades atribuídas a Allah no Alcorão, mas sequer pisca quando ouve sobre como os cristãos mataram na história – a si mesmo e aos outros – ou com os episódios de atrocidades descritos no Antigo Testamento.

6 Você ri da crença Hindu, de deuses humanoides, da visão Nórdica de Valhalla e da narrativa grega de deuses dormindo com mulheres, mas não tem problemas em acreditar que o Espírito Santo engravidou uma virgem e que ela deu a luz a um  homem-deus que foi morto, ressuscitou e subiu aos céus por sua causa.

5 Você não perde a chance de expor pequenas falhas em cada novo processo ou teoria científica desenvolvidos ou de desdenhar o método que usam para datar evidências da antiguidade, mas não acha nada errado acreditar nas datas deixadas por homens de tribos da Idade do Bronze que afirmavam que o mundo surgiu poucas gerações antes deles.

4 Você acredita que toda a população do planeta, com exceção daqueles que compartilham a mesma crença que você – e é claro, excluindo as seitas rivais – passarão a eternidade em um inferno de sofrimento infinito. E ainda considera sua religião a mais “tolerante”, “amorosa” e “humilde” de todas.

3 Enquanto a ciência moderna, a história, a geologia, a biologia e a física falham em convencê-lo de qualquer coisa, um sujeito rolando no chão e falando em “línguas” que ninguém compreende basta como evidência para provar que o cristianismo e tudo o que ele defende é verdadeiro.

2 Você define 0,01% como um “alto índice de sucesso” quando se trata de respostas a orações. Uma forte evidência de que rezar funciona e de que além de te ouvir pacientemente, Deus também intervém a seu favor graças a suas preces. E atribui os 99,99% fracasso restantes à sua Inefabilidade Divina.

1 Seus conhecimentos sobre a Bíblia, metafísica cristã e história da igreja são muito mais esparcos do que o de muitos ateístas, agnósticos e céticos, e mesmo assim considera-se Cristão.

Disclaimer

Esse texto é profundamente inspirado no movimento Jesus Freaks (loucos por jesus), inclusive roubando o seu texto quase que na íntegra.  Esse grupo tem como proposta refletir sobre a Bíblia, contextualizando para o mundo moderno, incentivando a disseminação dos seus textos, inclusive não reclamando autoria para autor algum. Sou responsável apenas por algumas alterações de vocábulo, pois eles exageram algumas vezes no teor das palavras para se comunicar melhor com o seu público alvo, composto por jovens.

Alexandre Vieira

0 comentários

Artigos Populares