Virtudes: Modo de Usar

09:26

Vivemos em um mundo onde os valores estão em crise. As instituições tradicionais não conseguem mais cumprir seu papel de educar as crianças e jovens sobre os valores básicos da vida em comunidade. Mas culpar a cultura e o ambiente que crescemos não basta para cruzarmos os braços e esperar pelo melhor (ou pior). Devemos agir de forma exemplar, ignorando as falácias defensoras do comportamento transgressor, pois há muito mais na vida do que o prazer egoísta.

Com esse texto, tento oferecer uma forma prática de visualizar as virtudes como algo real e possível para a prática diária. 



São Tomaz de Aquino, em seus trabalhos de codificar e "burocratizar" a igreja católica, descreve em seus textos os sete pecados capitaisSão Tomaz, além de descrever as falhas de caráter através dos sete pecados capitais, oferece também um referencial contrapondo os pecados, uma forma de "lapidação da alma" ao descrever as virtudes e propor o treino diário da incorporação das práticas virtuosas na vida. 



"Não há homens perfeitos. Há, quando muito, homens que querem ser perfeitos." (Agostinho da Silva)

#1 MAGNANIMIDADE

Começo pela virtude mais difícil e bela de todas, a Magnanimidade. 
É o oposto do orgulho e suas características, e por isso é difícil ser magnânimo, pois tratamos o orgulho como recompensa de nossos feitos e sacrifícios.

Magnanimidade é a virtude de brilhar e iluminar os outros, pelo reto falar, reto pensar e reto agir. 

Temos como característica do ser Magnânimo:

- Autoconhecimento: Reconhece seus limites e age conforme suas capacidades;
- Obediência: Reconhece e acata sugestões de pessoas mais capacitadas em determinada área;
- Mente de principiante: Faz tudo como se fosse a primeira vez, ou seja, age com total concentração nas atividades, procurando melhorar sempre, sem presumir que é mestre em determinada área;
- Consonância: Em seu significado estrito significa "Harmonia". É a capacidade de agir em concordância e união entre seus pares, de conciliar interesses;
- Congraçamento: Sabe entender e se reconciliar com seus pares.

#2 HUMILDADE

Muita atenção para essa virtude, pois é frequentemente mal compreendida. Ser uma pessoa humilde é diferente de ser o "coitadinho", muito menos sinônimo de pobreza material. Ser pobre NÃO É sinônimo de humildade como virtude.

Ser Humilde é fazer o seu trabalho, fazer o bem, sem esperar recompensas ou reconhecimento.

São características do ser Humilde:

- Esperança: Oposto ao desespero. Tem confiança nas ações dos outros e em si mesmo;
- Determinação: Bravo, corajoso, persistente para conseguir o que deseja;
- Concentração: Focado em sua evolução como pessoa, prioriza o espiritual em relação ao material;
- Cumplicidade: Entende, auxilia e é auxiliado pelo outro;


#3 DILIGÊNCIA

É a capacidade de produzir de forma efetivamente produtiva. Ser diligente é fazer as coisas com zelo, aplicação e cuidado.

São características do ser Diligente:

- Satisfação: Tem contentamento, prazer em na realização daquilo que espera ou que deseja alcançar;
- Calmaria: Oposto ao stress. Possui paciência, é tranquilo no tocante a tudo em sua volta.
- Ternura: É meigo e afetuoso. É simpático com as pessoas;
- Reverência: Possui respeito pelo que é sagrado e pelo que é prezado pelas outras pessoas;

#4 PACIÊNCIA

Mais uma virtude mal compreendida. Paciência não é sinônimo de lerdeza e vagareza.

Paciência é a capacidade de caminhar no seu próprio ritmo. É saber a hora certa de fazer o que deve ser feito.

São características do ser paciente:

- Confidencialidade: Sabe manter em segredo seus projetos pessoais, não se vangloria;
- Autoconhecimento: Sabe reconhecer a sua própria evolução como pessoa, e o que precisa ser feito como próximo passo;

#5 CARIDADE

A caridade não está relacionada apenas ao material, mas ao mental e emocional também. Esse site faz parte de um dos meus projetos para caridade intelectual, por exemplo.

A caridade lida com a maneira que tratamos os nossos próprios excessos. Ao invés de consumi-los sem necessidade, doamos para quem não tem. 

São características do ser caridoso:

- Minimalista: Possui somente o necessário. Não significa que é negligente quanto às suas necessidades.
- Mundície (não confundir com Imundície): É asseado e limpo, cuida do seu bem-estar físico e mental, está em forma;
- Lúcido: Tem consciência e mede as consequências de seus atos;

#6 TEMPERANÇA

Temperança significa ter moderação, equilíbrio e parcimônia em suas atitudes.

A temperança é a virtude de quem consegue equilibrar suas próprias vontades, de quem é moderado.

São características do ser temperado:

- Clareza: Fala e faz somente o que é necessário;
- Desapego: Não é apegado a pessoas, objetos e títulos;
- Constância: É equilibrado ao dedicar seus tempos às suas atividades, nas esferas física, mental, emocional e espiritual;
- Reflexão: Pensa sobre os seus instintos, suas paixões e nas consequências de seus atos;

#7 CASTIDADE

A mais controversa das virtudes. Castidade como virtude não significa abstinência sexual. Ou pelo menos não limita-se a ser somente isso. O problema todo em volta desse assunto é a atitude e a consonância dos objetivos  de um parceiro para o outro no relacionamento.

Castidade é a pureza dos costumes e dos atos de qualquer natureza.

São características do ser casto:

- Honestidade: Possui honradez e é sincero em suas palavras e ações;
- Simpatia: É tranquilo ao lidar com outras pessoas, sabe discutir sem agredir;
- Quietude: É sereno, sossegado e possui paz de espírito;
- Empatia: Sente o que o outro sente, deseja que o outro atinja seus objetivos;
Pureza: Valora a espiritualidade, extrai o que tem de melhor em suas práticas diárias e não é contaminado pela corrupção;

"Não tenha medo da perfeição, você nunca a vai atingir." (Salvador Dalí)

Note que muitas das características estão correlacionadas a outras virtudes ou mesmo fazendo parte de várias ao mesmo tempo. As virtudes são um sistema para a lapidação pessoal de forma gradativa e completa.

Ao se decidir em praticar as virtudes, não se censure demais ao perceber suas falhas, todos erramos. Apenas adquira o hábito de pensar e se concentrar no que está fazendo, em tudo mesmo. Dessa forma, perceberá que não é impossível ser uma pessoa virtuosa, basta ter calma e atenção.

0 comentários

Artigos Populares